Bem vindo

Muito obrigado pela sua visita







29 de Janeiro de 2010

Introdução


A música Francesa dos Anos 80 foi algo que me marcou muito, visto eu ter nascido e vivido em França naquela época. O romantismo e melodia existente nas músicas daquela época é algo invulgar que produzia uma sensação de bem-estar nas pessoas que a escutavam. Este tipo de música não é como a de hoje, em que os artistas todos os anos produzem um novo sucesso, só que no ano seguinte já ninguém fala dele. A música daquela época era duradoura, isto é, produzia-se uma música para ser ouvida por muitos e muitos anos, a grande maioria delas ainda hoje se ouvem, muito embora em versões de outros artistas. Neste meu cantinho, pretendo dar a conhecer a vida e a música dos artistas que eu admirei e ainda hoje admiro, diga-mos que para mim foram e são os Mozares da música Francesa dos anos 80.
A música Francesa daquela época era recheada de bons cantores, os quais acompanhados de boa música e de boas melodias, conseguiam atravessar fronteiras.
A música Francesa é muito atractiva porque junta várias culturas do Mundo, isto é, a grande maioria dos cantores franceses não são mais que emigrantes ou filhos destes que se radicaram naquele Pais e que nele conseguiram o sonho americano.
Desses cantores vou apenas citar alguns daqueles que foram mais importantes para mim, aqueles que de alguma forma me marcaram mais e que por isso se tornaram meus ídolos. Desses artistas os que eu mais admirei foram:
- Mike Brant;
- Frédéric François;
- Joe Dassin;
- Enriço Macias;
- Jean Jacques Golman;
- Charles Aznavour;
- Mireille Matthieu;
- Jeane Manson;
- Michèle Torr.
No meu blog vou abordar alguns dos nomes acima citados, referenciando a suas biografias de modo condensado e mostrando algumas fotos e vídeos desses artistas.

Biografia de Frédéric François

Frédéric François, cujo seu verdadeiro nome é Francesco Barracato, começou por morar em Liège - Bélgica com o seu Pai (mineiro), com a sua Mãe (doméstica) e sete irmãos. Para esquecer a dura realidade da vida, o seu Pai cantava com os filhos acompanhado pela sua guitarra. Quando o Frédéric tinha 10 anos, o seu pai colocou-o sobre uma mesa para cantar "O Sole Mio" e este estimulado pela confiança de seu pai, cantou como um rouxinol.Aos 13 anos, ele criou a sua primeira banda, os falcões e aos 16 anos, o seu pai sacrificou as suas poupanças para incluí-lo no Conservatório de Música. Ele lançou o seu primeiro 45 rotações com o nome de Frédéric François.
Com um olhar de eterna juventude, um pouco de estilo e as suas melodias românticas, ele conquistou os corações de muitas mulheres no início dos anos 70, ele sobreviveu a décadas, impulsionado por alguns sucessos, tais como: “Une rose dans le désert”, “Laisse moi vivre ma vie”, “Je t’aime a l’italienne”, “Tzigane”, etc.
Uma eterna gratidão devido ao carisma e a simplicidade deste pai de quatro filhos (Gloria, Vincent, Anthony e Victoria), que, fora dos estúdios ou palcos, continua a ser o mesmo homem aberto, cordial e honesto, que nunca renegou as suas raízes italianas e às suas convicções.

Frédéric François – Tzigane


Quelque fois j'ai dans la tête
Des violons qui dansent
Une envie de faire la fête
Le coeur en vacances
Et partir sans bagages
Pour voir d'autres visages
Avec les gens du voyage
Chanter comme un tzigane
Dans les flammes d'un grand feu qui nous entraîne
Chanter comme un tzigane
Que tu lises dans mes yeux combien je t'aime
Jouer plus fort qu'un tzigane
Des guitares aux corps de femmes sous mes doigts
Rêver comme un tzigane
De toute une vie de tendresse entre tes bras
Je sais lire dans tes mains
Comme dans ton regard
Cette ligne du destin
Où va notre histoire
Viens dans ma bohème
Et tu seras reine
D'un amour inaccessible
Chanter comme un tzigane
Dans les flammes d'un grand feu qui nous entraîne
Danser comme un tzigane
Que tu lises dans mes yeux combien je t'aime
Jouer plus fort qu'un tzigane
De toute une vie de tendresse entre tes bras
Sur les cordes d'un violon
Je ferai planer ton âme
Je porterai l'émotion
Dans ton coeur de femme
J'irai chercher en toi
La ferveur et la foi
D'un amour qui me feras
Chanter comme un tzigane
Dans les flammes d'un grand feu qui nous entraîne
Danser comme un tzigane
Que tu lises dans mes yeux combien je t'aime
Jouer plus fort qu'un tzigane
De toute une vie de tendresse entre tes bras


video